Páginas

sexta-feira, 6 de julho de 2012

Parece sem sentido...


Às vezes o silêncio da noite se mistura ao meu, uma mar de ilusões e desilusões, uma lágrimas sai dos meus olhos, tão dolorido como uma faca que rasca meu peito. São tantas coisas, um mar de sentimento, de culpa, de vazio, de solidão, de desejo de seguir em frente, mais é tão difícil seguir em  frente, é como se seus pés estivessem presos ao chão.
Thais Ferreira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário ai, a gente pode até tentar se entender.
Volte sempre =)