Páginas

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

E esse tal de amor [...]

Falar de amor é complicado, tentar tirar palavras de onde palavras não fazem um sentido certo, quando esse sentido é o amor. Mas o amor é compreensível.
O amor é tudo, é tão sublime que por um momentos nos fazem esquecer quem realmente somos, nos faz ir as nuvens sem tirar os pés do chão, é algo que ocupa todos os nossos pensamentos, nos fazendo acreditar por um minuto no impossível, fazendo sonhar, fazer planos, voar...
É um sentimento tão puro que não pensamos em outra coisa a não ser amar, parece que tudo a nossa volta  tem mais vida, tem mais cor, mais brilho. Tudo é deslumbrante, radiante, tudo tem forma delicada, tudo é doce, tudo é amor.
O amor é mais ou menos isso. Ou não...

Thais Ferreira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário ai, a gente pode até tentar se entender.
Volte sempre =)