Páginas

domingo, 17 de fevereiro de 2013

P.S. talvez eu te amo

Sempre escrevo quando alguém entra na minha vida. Talvez eu não saiba muito sobre você ou até sei e como sei, faz tempo que eu te observo, e de um tempo pra cá você fez parte da minha vida no sentido Amor. Parece estranho falar de amor em relação a algo que durou pouco, pouco mesmo.
Mas assim com eu, você estava gostando da vaga ideia de ter um novo amor na sua vida. Seu olhar é um mar de mistérios, indecisões, decepções e até frustrações. Mas assim como teu olhar mostra que quer um novo amor, o tal amor do passado ainda te persegue, mas como eu digo: Permita-se, existem outros mundos, outras pessoas, outros abraços, outros beijos, outras palavras, outros versos. Sei que  para nos dois um romance é complicado, não tive você como eu queria, mais ainda quero e muito...
Nunca fui muito de me apaixonar não, depois do primeiro amor, vieram outros, outras diversões até encontrar você, dai parei e pensei, com você a de ser diferente, mas não durou como eu havia planejado. Queria olhar nos teus olhos e dizer que não te quero nunca mais, mais não dá, pois ainda te quero, não sei até quando, mais ainda te quero e enquanto houver razões eu não vou desistir.

[...] É estranho, mas tão real e tão verdadeiro. Me apaixonei por cada detalhe seu, detalhes que para os outros ou até mesmo para você pode ser quase nada. Talvez seja seu sorriso, tão simples, mas tão cheio de detalhes, cheios de ternura e amor. Talvez seja seu olhar, tão profundo, intenso, sincero e apaixonante. Talvez seja teu cabelo, tão lindo, tão cheiroso, tão cheio de vida. Talvez seja teu perfume, tão cheiroso, tão atraente. Talvez pelo seu jeito de vestir, tão você. Talvez seja por tudo!
Há uma parte de mim que não quer aceitar a tua partida, a outra diz, deixa, ela tem que voar. Não sei qual a parte que me domina mais, ora sigo uma, ora sigo outra, é como se eu tivesse que escolher entre o que eu mais quero e o que eu mais gosto. 


♫ jogue suas mãos para o céu, e agradeça se acaso tiver alguém que você gostaria que estivesse sempre com você, na rua, na chuva, na fazenda ou numa casinha de sapê,  Não estou disposto.. A esquecer seu rosto de vez.. Eu acho que é tão normal.. Dizem que sou louco por eu ter um gosto assim.. Gostar de quem não Gosta de mim ♪
Sinto em  você isso. Vai um trecho que escrevi em dias passados:
Quando eu disser que não preciso da tua companhia, fique mais um pouco; Quando eu disser que não preciso de ajuda, me ajude mesmo assim; Quando eu disser que não quero teu abraço, me abrace mais forte; Quando eu disser que não me beije, me beije mais intensamente...
Te quero bem feliz sempre, teu sorriso me alegra, mesmo quando estou triste. Teu abraço me esquenta, mesmo estando longe. Tua voz é linda, mesmo eu não escutando. Teu rosto é suave, mesmo não tocando.  
Mas eu guardei, guardei aqui no cantinho, onde ninguém pode apagar e rezando pra que lá na frente nossos destinos podem se cruzar mais uma vez e que seja muito mais que perfeito...


Thais Ferreira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário ai, a gente pode até tentar se entender.
Volte sempre =)