Páginas

quinta-feira, 14 de março de 2013

[...]São pequenos versos...


Quando te vejo, me vem um desejo. Vem aqui e me dê um beijo. Um abraço ou um cheiro. Um eu te amo ou simples gosto de você.
Sei que de todas as minhas dúvidas, você era a maior. Que de todo os meus medos, você era o mais bobo. De todo os meus amores, talvez fosse o maior.
Escrever versos com palavras simples e leves, assim como teu sorriso.
Nesses simples versos, digo coisas que não consigo dizer. Às vezes me faltam palavras, aliás, nem sempre palavras precisam ser ditas. "Às vezes uso palavras repetidas, mas quais palavras que nunca são ditas?" 
Para que escrever tantos versos, se eu quero apenas estar com você, sem fazer tantos planos?! Vamos deixar a vida nos levar.
Vamos conduzir com calma esse amor pra que ele não perca o equilíbrio em meio a tantas curvas e ventos contrários...

Thais Ferreira

2 comentários:

  1. e depois fala que tá sem inspiração, ah tá, kkkk

    ResponderExcluir
  2. Inpiração e criatividade parabéns
    estou te seguindo se puder passa no meu cantinho:
    www.erikakikasouza.com

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário ai, a gente pode até tentar se entender.
Volte sempre =)