Páginas

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Obra do destino?




Das voltas que o mundo dá, não sei o porquê que ele me trouxe até aqui, tão perto, rende a tua pele fria e aos teus olhos confusos. Será que quando se trata de você minha sina é sofrer? Se então é sofrer, a distância de antes não seria melhor?! Agora tente me explicar porque foges assim tão depressa de mim?
Eu permaneço inerte enquanto você foge de mim, então um dia dará conta que a distância, foi apenas você que a construiu! 
Hoje, ao ouvir aquela velha música, que antes tais palavras faziam sentido, ela se desmanchava no ar. 
Talvez hoje, eu esteja partindo, não sei quando volto, ou se volto... Talvez aquela 'obra do destinho', você não tenha entendido, afinal, nem eu! Não entrego mais nas mãos do tempo, até ele já se perdeu nessa história. No que toca aos meu ouvido agora seja, está canção: 'João de Barro, eu te entendo agora, por favor, me ensina como guardar meu amor'. 
Então agora, qual será minha sina?

Thais Ferreira

Um comentário:

Deixe seu comentário ai, a gente pode até tentar se entender.
Volte sempre =)