Páginas

sábado, 29 de abril de 2017

[...] O pouco que sei sobre ela, nós

Na estante dela, o livro "A Hora da Estrela" da Clarice Lispector. 
Na minha, "Toda Poesia" do Paulo Leminski. 

Na playlist dela, um rock do Linkin Park. 

Na minha, toca a sinfonia de Beethoven. 

Ela cruza os braços sobre mim. 

Nunca fui fã de dormir de conchinha.
 
Seus pés são quentes. 

Os meus, puro gelo.
 
Odeio café.

Ela gosta. 

Eu respondo rápido. 
Ela demora dias. 

Não divido o mesmo copo. 

Ela bebe da minha cerveja. 

Ela tem pernas inquietas. 

Eu permaneço inerte. 

Ela curte filmes de terror.

Prefiro desenho. 

Ela estuda à noite.

Eu pela manhã.

Ela prefere bateria. 

Eu a companhia do violão. 

Os sentimentos dela são reprimidos. 

Os meus uma explosão.

Ela quer partir.
Eu quero que ela fique.

Ela quer liberdade.
Eu quero ficar presa a ela.

O amor vai muito além de gostar das mesmas coisas. É querer estar junto.
Ela está dormindo agora. 

Agora eu, estou pensando no quanto eu queria que ela estivesse aqui.

2 comentários:

  1. THAIS: Boa tarde! Que bom a sua volta, querida. Como está? Espero que continue por aqui. Os textos reflexivos da escritora Clarice Lispector são lindos. Nos auxiliam e muito a pensar mais sobre o sentido da vida. Bem, tenha um domingo e início de semana em paz e repleta de alegrias.Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite Maria A. caramba, quanto tempo. Estou na correria e pouco tempo para a blogosfera. Te desejo tudo em dobro. Grande abraço.

      Excluir

Deixe seu comentário ai, a gente pode até tentar se entender.
Volte sempre =)